Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cachimbo de Água

Blog de Francisco Luís Fontinha; poeta, escritor, pintor...

Blog de Francisco Luís Fontinha; poeta, escritor, pintor...


04.04.16

perdi-me nesse túnel de xisto


acorrentado ao rio encurvado nos teus seios


socalco após socalco


desço até ao poço da tristeza


escrevo nos rochedos


os caracteres mutilados do sonho


oiço os gemidos de um corpo esquecido no regresso do pôr-do-sol


imagino-me dentro desse corpo de dor


como se fosse a minha última palavra


entre ossos sem remetente


ou destinatário


deixei de receber cartas


pequei nas que tinha escrito na infância e transformei-as em cigarros coloridos


papéis que ardem no comportamento da memória


estou cansado de me perder


e de ser achado pela madrugada


junto a um qualquer apeadeiro deserto


aqui morreram os comboios


aqui morreram os meus pequenos sonhos


derramados pelas âncoras do desejo


na alvorada


não tenho tempo para recordações


não tenho tempo para corações de geada


quando hoje o túnel de xisto


habita esta cidade de cadáveres sem ninguém


ausentes


empobrecidos pelo tempo


não dou conta do adormecer das horas


não tenho horários


sentimentos


nem pulso para suportar um simples relógio de corda


morreram os relógios


e morreram os pulsos que se acorrentam aos relógios


sem remetente


ou destinatário


 


 


Francisco Luís Fontinha


segunda-feira, 4 de Abril de 2016

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub