Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cachimbo de Água

Blog de Francisco Luís Fontinha; poeta, escritor, pintor...

Cachimbo de Água

Blog de Francisco Luís Fontinha; poeta, escritor, pintor...


14.02.24

Folheio-te

Leio-te,

Como se cada página do teu corpo

Fosse um poema,

Uma lágrima nos teus olhos…

Com sabor a luar.

 

Folheio-te

Leio-te,

Como se fosses o meu livro de poesia

Que me alegra o dia,

Logo que ele acorda;

Folheio-te e leio-te nos versos de te amar,

 

Folhear-te,

Ler-te,

Como se fosses o sol

Numa tarde em brincadeira

Nas mãos de uma criança,

Nos braços de uma ribeira.

 

14/02/2024

...


14.02.22

Quando te apetece desistir dos teus sonhos e, a pessoa que te ama te diz: não desistas, eu estou aqui. Isso é, dia de S. Valentim.

Quando acordas e percebes que tens uma tempestade sobre ti e, a pessoa que te ama desenha um sorriso no teu rosto, isso é, dia de S. Valentim.

Quando a pessoa que te ama abdica de uma ida a um bar, jantar fora ou de um fim-de-semana porque tens de ficar fechado no escritório à volta de equações, isso é, dia de S. Valentim.

Dia de S. Valentim é todos os dias, todas as horas, minutos e segundos.

 

Ao amor,

 

 

Saboreio-te entre as nuvens manhãs

Como se fosses o fruto poético da alvorada,

A canção que desce a ribeira,

A palavra escrita no teu olhar.

Saboreio-te entre as nuvens manhãs

Como se fosses a jangada invisível dos sonhos,

Quando acorda a noite e,

Temos dentro de nós a saudade.

Saboreio-te entre a nuvens manhãs

Como se fosses o poema quando nasce,

Grita e,

Chora.

 

 

Francisco Luís Fontinha

Alijó, 14/02/2022


14.02.20

Uma rosa,


Rosa,


Rosa,


No teu corpo,


Corpo,


Corpo, rosa.


Um sorriso,


Riso,


Palavras,


Lavra,


No poema,


Ema,


Riso,


Rosa,


Cama.


Um silêncio,


Lêncio,


Algures na madrugada,


Ugada,


Ada…


Uma pedra,


Pedra,


Nas palavras,


Lavras,


Quando acorda a noite,


Noite,


Oite…


Uma rosa,


Rosa,


No amor,


Rosa,


Mor,


Flor,


Lor,


Dor.


Uma pirâmide de giz,


Na ardósia nocturna da serpente,


Mente,


Ente.


Do ponto,


Onto,


Nada.


Nada, de mim.


 


 


 


Francisco Luís Fontinha – Alijó


14/02/2020

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em destaque no SAPO Blogs
pub