Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cachimbo de Água

Blog de Francisco Luís Fontinha; poeta, escritor, pintor...

Cachimbo de Água

Blog de Francisco Luís Fontinha; poeta, escritor, pintor...


17.08.23

20230817_220819.jpg

 

Nos teus olhos de mar

Nascem as púrpuras manhãs de incenso,

Dos olhos de mar

Acordam as madrugadas

E adormecem

Nos teus olhos de mar

As manhãs cansadas,

 

Aos teus olhos de mar

Regressam as gaivotas em papel

E as primeiras palavras do amanhecer,

Nos teus olhos de mar

Esconde-se a paixão,

O beijo…

E o desejo de beijar os teus lábios de mel.

 

 

 

17/08/2023

Francisco Luís Fontinha


11.08.23

Descubro a quinta força do Universo

E escondo-a nos teus lábios de mel.

Ainda não sei o seu nome

Como se comporta em relação às outras quatro forças

(a força gravitacional, a força electromagnética, a força nuclear forte e a força nuclear fraca)

Mas se fosse eu a apelidá-la

Apelidava-a de DESEJO.

 

E do caos esconderijo dos meus braços e das minhas mãos

Acorda o silêncio

Desperta a alvorada em mim,

Libertam-se as gaivotas do meu jardim,

E batem-me à porta as árvores dos teus olhos de mar,

 

Como são lindas as janelas do teu olhar

Quando a quinta força do Universo te beija a face

E lentamente escreve ao teu ouvido…

As primeiras leis da madrugada,

 

Descubro a quinta força do Universo

E escondo-a nos teus lábios de mel.

Ainda não sei o seu nome

Ainda não sei nada…

Mas se fosse eu a apelidá-la…

Apelidava-a de DESEJO.

 

 

 

11/08/2023


29.12.22

Conheci um menino

Que tinha os olhos pintados de mar

Um menino que gostava de voar

Um menino

Um menino que tinha na mão

Um barco de brincar

Um menino com olhos de mar,

 

Conheci um menino

Um menino que adorava sonhar

Sonhava com pássaros a chorar

Um menino

Um menino com coração,

 

Conheci um menino

Um menino com os olhos pintados

Um menino com os olhos de mar

De mar um menino sem cidade

Conheci um menino que não sabia voar

Um menino que não tinha idade,

 

Um menino sem pátria

Conheci um menino com os olhos pintados

Pintados de mar

Um menino sem nação

Um menino sem luar,

 

Conheci um menino

Um menino pincelado de veneno

Um menino com os olhos pintados

Pintados pela mãe

Da mãe do menino

Do menino que conheci

Um menino de olhos pintados

De mar

Os olhos do menino

O menino que não sabia voar.

 

 

 

 

Alijó, 29/12/2022

Francisco Luís Fontinha

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em destaque no SAPO Blogs
pub