Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cachimbo de Água

Blog de Francisco Luís Fontinha; poeta, escritor, pintor...

Cachimbo de Água

Blog de Francisco Luís Fontinha; poeta, escritor, pintor...


14.06.23

20230614_220915.jpg

Há um gemido-uivo

Em cada olhar do teu cabelo

Em cada silêncio dos teus lábios.

Há um gemido-uivo

Que pertence à noite

Que é construído em aço laminado

E no peito

No peito brincam os meninos da sua infância…

 

Há um gemido-uivo

Triste

E coitado

Um gemido-uivo em cada parêntesis da tua mão

Depois da tempestade zarpar.

 

Há um gemido-uivo

Em uivos-gemidos de medo

Quando o tédio desce à cidade…

E a cidade

Entre outros gemidos de medo…

Come o gemido-uivo

Que existe em cada olhar do teu cabelo.

 

Há um gemido-uivo

No Oceano do teu sorriso

Um gemido sem Pátria

Que fez o serviço militar em algures por aí…

E crucificaram-no num belo dia de silêncio

Junto ao peito da saudade.

 

Há um gemido-uivo

Um pequenino gemido-uivo

Com medo

Com fome

Que grita

Que chora

Que não come…

Um gemido-uivo do além-mar

Deste mar que não morre.

 

 

 

Francisco

14/06/2023

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em destaque no SAPO Blogs
pub