Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cachimbo de Água

Blog de Francisco Luís Fontinha; poeta, escritor, pintor...

Blog de Francisco Luís Fontinha; poeta, escritor, pintor...


27.11.22

Tenho mais de cinco mil poemas publicados

Se cada poema fosse um beijo

Cinco mil beijos.

 

E quantas palavras têm os meus beijos?

E quantos beijos têm as minhas palavras?

Cinco mil beijos

Muitos beijos

Bocas

Lábios

Poemas e beijos

E companhia limitada.

 

Cinco mil palavras

Mais de cinco mil bocas

Outras tantas folhas em papel

Cinco mil beijos

Nos cinco mil poemas.

 

Quantos beijos tem uma palavras

E lábios?

Quantos lábios são cinco mil palavras

Dos cinco mil beijos?

 

Nos cinco mil poemas.

 

Cinco mil beijos publicados

Em muitas folhas em papel

Guardanapos manchados de vinho

Toalhas de restaurante

Tudo me servia para beijar

Os cinco mil beijos

Nos meus cinco mil poemas

Poemas de beijar.

 

Cinco mil beijos

Em cinco mil bocas

Em cinco mil pedaços de papel…

 

Cinco mil beijos.

 

 

 

Alijó, 27/11/2022

Francisco Luís Fontinha


25.11.22

Nas finas corda de sangue

Peço à tua boca o prazer desejado

Das palavras que te escrevo

E a semente que deixo no teu peito

Mais tarde

Um poema nasce e sobe até à lua

 

E da lua

E de todas as estrelas

Oiço a voz dos silenciados foguetões das madrugadas invisíveis

 

Um grito

Os pequenos suspiros dos ossos envergonhados

A tua boca na minha boca

Quando as gaivotas junto ao mar

Dizem-me que são apenas palavras

 

As palavras de amar.

 

 

 

 

 

Alijó, 25/11/2022

(Francisco)


19.06.19

Os teus olhos são o poema.


O poema escrito nos teus lábios de amêndoa,


Quando cai a madrugada,


E a geada,


Engorda,


Não aguenta,


O beijo feitiço,


Da tua boca envergonhada.


Os teus olhos são o poema.


O poema inventado numa noite de tristeza,


Fico triste eu,


Ficas triste tu…


Porque o luar,


Junto ao mar…


Deixou de nos pertencer.


Grito,


Escrevo,


Escrever,


Que quando te vejo,


Tremo,


Fujo,


Adormeço.


 


 


 


Francisco Luís Fontinha – Alijó


19-06-2019


14.01.14



foto de: A&M ART and Photos


 


A mágica sílaba louca


da ardósia tua boca


desenhando


escrevendo


construindo palavras nas pálpebras do sono,


 


A mágica sílaba louca


correndo à fonte a água pouca


saltitando


sonhando


as madrugadas de veludo em seu tão distinto trono,


 


A mágica sílaba louca


como nunca ninguém a viu nas manhãs sem touca


humedecendo


comendo


os censurados cobertores do absorto mono...


 


A mágica sílaba louca


sabendo que terminaram todas as rimas do silêncio em poupa


a cabeça dançando


e os braços... e os braços abraçando


as insígnias maleitas do desejo nono.


 


 


@Francisco Luís Fontinha – Alijó


Terça-feira, 14 de Janeiro de 2014



15.10.13

Se os olhos são a tua boca


e os teus lábios o leme dos meus beijos


se o orvalho é o cais do teu cabelo


quando nele atracam esferas de desejo...


suspensas sobre as sílabas das tuas coxas...


oiço a tua voz nas conversas de solidão


sobre um divã magoado pelo teu peso de vidro


se os teus olhos são a tua boca


deixa-me ser o teu marinheiro como se tu fosses um barco atracado no meu coração


é madrugada


tu percebes as tristezas dos elefantes quando o capim se transforma em chuva


miudinha


e as poças de lama chamam-te de amor


e tu


amas-las como amas as minhas tristes palavras...


 


 


(não revisto)


@Francisco Luís Fontinha


Terça-feira, 15 de Outubro de 2013

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub