Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cachimbo de Água

Blog de Francisco Luís Fontinha; poeta, escritor, pintor...

Cachimbo de Água

Blog de Francisco Luís Fontinha; poeta, escritor, pintor...


02.11.15

Sou refém das minhas palavras


Um prisioneiro sem cela


Um carcereiro endiabrado dando-me porrada


Pancada em mim


Esta vida


De ser


Assim


Sem mim


Abstracto do teu olhar


Sou refém das minhas palavras


Quando estes arbustos pela manhã


Me cumprimentam


Abraçam


E beijam


Pego nos livros teus


E misturo-os com os livros meus


Tudo palavras


De que sou refém


E ninguém


Desta cela prisioneira…


 


Sem ninguém.


 


Francisco Luís Fontinha – Alijó


Segunda-feira, 2 de Novembro de 2015

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em destaque no SAPO Blogs
pub