Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cachimbo de Água

Blog de Francisco Luís Fontinha; poeta, escritor, pintor...

Blog de Francisco Luís Fontinha; poeta, escritor, pintor...


14.12.13



foto de: A&M ART and Photos


 


o papel tua pele que se entranha na madrugada


a canção do menino triste esconde-se entre os arbustos loucos da despedida


o salário emagrece os seios das meninas de leite


e o menino não tem medo do silêncio amanhecer


o papel estremece e arde


e a fogueira dos teus sorrisos parece a chuva violenta das tardes em tempestade


vadias e tristes


tristes.. e emagrecidas mulheres de areia na tua pele anelar que a solidão tece como velhas teias de aranha


tua doce lâmina de papel que um calendário come e vomita nas gotículas negras do suor em suaves prestações de desejo


abraço-te


não


é proibido abraços e beijos e...


pontapés em sílabas mortas


doentes


ou... envenenadas


o cheiro a mofo sai da minha algibeira


o dinheiro em pequenos esqueletos de vidro... simplesmente se derretem como cubos de chocolate...


há farturas


churros e guardanapos nus com braços em prata


a roulote engana-se no pavimento


e desaparece no corredor da morte


há flores à tua espera


há uma lápide de prazer deitada num divã menstruado...


e... e o papel tua pele que se entranha na madrugada


não é mais do que pequenas partículas de sémen desproporcionais que uma equação diferencial alimenta


vive


vive só como vivem os pinheiros esquecidos na montanha do destino...


come-me enquanto durmo


e sonho com janelas pinceladas de verniz


com telhados de cinza


e ardósias...


e o meu nome


o meu nome desenhado a giz


a senhora professora diz que é banal a paixão dos lábios siderais das mangueiras ensanguentadas


há masturbação em grupo na sala da saudade


e... e os beijos proibidos... proibidos são... como o papel de parede gritando LIBERDADE.


 


 


(não revisto)


@Francisco Luís Fontinha – Alijó


Sábado, 14 de Dezembro de 2013


Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub