Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cachimbo de Água

Blog de Francisco Luís Fontinha; poeta, escritor, pintor...

Blog de Francisco Luís Fontinha; poeta, escritor, pintor...


01.11.13



foto de: A&M ART and Photos


 


tínhamos medo do sono e inventamos o desejo


aprendemos a abraçarmos-nos enquanto lá fora rodopiavam as moléculas de suor dos teus olhos


e havia sempre uma lâmpada ténue nas pálpebras da solidão


tínhamos nas nossas bocas imundas os doces triângulos das planícies apodrecidas


e do relógio suspenso na parede da sala um fio esguio de seiva mergulhava nas entranhas da terra


ela era queimada


recheada de fendas


e marés embrionárias


as crianças brincavam na palma da mão da inocente manhã acabada de acordar


estávamos livres do sono


e pertencíamos às tristes janelas sem literatura viradas para o Tejo


ouvíamos os órfãos comboios guinarem na próxima curva do teu corpo


 


segurava-me a ti e sentia-te na ponta dos dedos


percebia que usavas um corpo esquelético


belo


como as rosas dos jardins públicos da cidade das insónias de papel


 


tínhamos descoberto o medo do medo


e não tínhamos as palavras para escrevermos nos muros da calçada


“amamos-nos”


tínhamos medo das nossas próprias bocas


e do nosso uno abraço de saliva


fugíamos da noite sabendo que havia em nós uma corrente de aço invisível que nos acorrentava enquanto a lua vomitava versos orgias em pequenos telhados de sémen


tínhamos


… “amamos-nos” provavelmente... sim


não sabemos se o éramos depois de romper a madrugada


e no entanto sentíamos as asas dos plátanos envelhecidos


poisarem nos nossos corpos húmidos em pequenas fatias de paixão


 


 


(não revisto)


@Francisco Luís Fontinha – Alijó


Sexta-feira, 1 de Novembro de 2013


Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub