Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cachimbo de Água

Blog de Francisco Luís Fontinha; poeta, escritor, pintor...

Blog de Francisco Luís Fontinha; poeta, escritor, pintor...


12.09.21

Ouve-me

A cada sílaba suicidada

Na madrugada,

Senta-te

Em mim

Em cada rua ensanguentada,

Puxa pelas palavras assassinadas

Como puxas o cigarro enforcado

Na sombra das esplanadas.

Beija-me

Quando a sombra se traveste de dia

E,

Do dia travestido

Acorda o poema amarrotado

Pelo desejo

Vestido

Na mão de um drogado.

Escolhe o pecado

Vive-o

Como se ele fosse o amanhecer,

Senta-te

Escreve

E não te canses de viver.

Deus construiu o sono

Nocturno

Dos pássaros embriagados,

Não sei, nunca o saberei…

Porque Deus me obriga a habitar

Um cubículo sem janela

Para o mar

E, e sem cortinados.

Oiço-o enquanto conversa

Com a raiz quadrada do silêncio,

Multiplica-o pela derivada do desejo,

Eleva o resultado ao cubo,

E,

Nada; fico com nada.

Deus, não sabe matemática,

Não é poeta…

E,

E odeia-me desde que nasci.

Sou obrigado a mendigar

As palavras de amar,

As outras,

As palavras de desejar,

E, e depois,

Nasce o beijo,

Cresce na tua boca o poema beijar,

Como se a neblina

Descesse a encosta dos teus seios,

Logo pela manhã,

E Deus,

De cabeça azulada,

Escreve no meu quadriculado;

Amanhã,

Amanhã traz a enxada,

Cava a terra e,

E saberás que que zero é igual a um.

 

 

Francisco Luís Fontinha

Alijó, 12/09/2021

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub