Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cachimbo de Água

Blog de Francisco Luís Fontinha; poeta, escritor, pintor...

Cachimbo de Água

Blog de Francisco Luís Fontinha; poeta, escritor, pintor...


31.05.23

20230531_224712.jpg

Não estejas triste,

Não estejas triste meu amor,

Não estejas triste se uma das janelas quebrou,

Olha… aprendi a viver sem janelas…

E sou tão feliz.

 

Não estejas triste,

Não estejas triste meu amor,

Não estejas triste se o teu jardim não tem flores…

E flores, meu amor…

Flores…

Olha,

Quem sabe se não terá algo de mais importante de que flores…

 

Flores meu amor…

Tantas coisas que são mais importantes de que flores.

Não estejas triste,

Não estejas triste…

Meu amor,

Não estejas triste se a noite é tão longa.

 

 

 

 

Luís

31/05/2023


31.05.23

Este velho navio

Transporta-me para os teus braços

Quando a noite sitiada no teu ventre…

Um poema de lágrima

Sorri nos teus lábios.

 

Navega nos teus lábios

Este velho navio de sono

Em pequenos círculos

Navega nos teus lábios

O astrolábio dos teus olhos…

 

Veneno que mata as estrelas

As estrelas que iluminam este velho navio

Que os teus lábios absorvem…

Da noite embrulhada nos teus seios…

A madrugada apenas nos pertence.

 

 

 

Luís

31/05/2023


31.05.23

Erguia-se em ti

O temporal da manhã

Canfora madrugada

Das tuas mãos de fada

Erguia-se em ti

O temporal da manhã

E com ele

Regressavam todos os esqueletos dos poemas escritos durante a noite…

E fiquei sem noite,

 

Erguia-se em ti

O temporal da manhã

Abraçado aos parêntesis da insónia

Erguia-se

Em ti

A manhã

Do temporal dos teus lábios…

Nos teus lábios com estória.

 

 

 

Francisco

31/05/2023


31.05.23

Está sol,

Meu amor,

Está sol nos teus olhos,

Está um lindo final de tarde,

Meu amor…, nos teus olhos,

Está sol.

 

Está sol, meu amor,

Está sol nos teus doces lábios de mel…

Está sol neste poema,

Nestas mãos que escrevem este poema…

E diria, meu amor…

(que se fodam as vigas alveolares)

Está sol, meu amor,

Não,

Não está sol nas vigas alveolares…

Mas está sol,

Neste lindo final de tarde.

 

 

 

Luís

31/05/2023


31.05.23

20230531_175532.jpg

O dia de ninguém

Deste dia

Em alegria

Quando o dia…

De alguém

Acorda na esplanada da vida.

 

Deste dia

Um outro dia

Um dia especial…

Quem diria

Que este novo dia…

Seja não apenas mais um dia…

Mas que seja o dia de alguém.

 

 

 

Luís

31/05/2023


31.05.23

20230530_225949.jpg

Aos teus olhos

Ofereço esta madrugada de engano,

Nos teus olhos

Caem as palavras de luz,

Nos teus olhos habita a Primavera sem destino,

Nas mãos do menino,

Dos teus olhos…

Nos olhos do mar.

 

Aos teus olhos

Lanço as estrelas

E as galáxias…

Dos teus olhos,

O silêncio mar,

Do mar que ama,

No mar que deseja…

Os teus olhos.

 

 

 

Luís

31/05/2023


30.05.23

20230530_192202.jpg

À janela

Uma lágrima de espuma

Do teu banho

Na palavra que poisa no teu ventre

Na palavra que morre

Dentro de ti,

 

À janela

Uma lágrima de sono

Nos teus olhos

À janela

Do teu banho

Dentro de ti…

A palavra que te deseja,

 

À janela do teu banho

Em ti a pequena gotícula

Só e sem nada

Do teu banho

A palavra

A palavra dada

Da palavra…

Dentro de ti

A madrugada.

 

 

 

Luís

30/05/2023

Pág. 1/15

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em destaque no SAPO Blogs
pub